Princípios e Práticas para Educação Bilíngue

O curso “Princípios e Práticas para Educação Bilíngue” foi organizado dentro das novas diretrizes do ensino bilíngue para oferecer o que é necessário para lecionar nesta área. Esperamos ampliar os conhecimentos profissionais de nossos alunos e ensiná-los práticas eficientes para integrar conteúdo e línguas sempre valorizando o ensino bi/multilíngue.

Com as novas diretrizes do ensino bilíngue é necessário que os profissionais tenham um curso de extensão de 120 horas para poderem atuar na área. O nosso curso “Princípios e Práticas para Educação Bilíngue” é justamente para esses profissionais!

Ead

Quer saber mais informações?

Duracao

Carga horária

120 horas/aula

Duracao

Data de início

25 de Janeiro de 2021

Este curso de extensão de 120h tem como objetivo discutir os princípios e práticas fundamentais que embasam a educação bilíngue. A finalidade é capacitar profissionais para lecionarem na educação bilíngue de acordo com as novas diretrizes. Além de promover o debate sobre as metodologias e práticas para a educação bi/multilíngue aplicadas ao ensino bilíngue na educação infantil, ensino fundamental e ensino médio.

Para educadores interessados em educação bi/multilíngue:

  • Professores atuantes em cenários em que duas ou mais línguas ou matrizes diversas coexistem;
  • Coordenadores atuantes em cenários bi/multilíngue;
  • Assessores, consultores atuantes no mercado editorial que produzem materiais didáticos/sistemas para escolas bilíngues.
    O Curso é composto por 4 módulos de 30 horas cada:
  1. Educação bilíngue e bilinguismo.
  2. Planejamento integrado de conteúdo e língua.
  3. Project Based Learning.
  4. Avaliação em contextos multilíngues.

Professores

Profª.Drª. Antonieta Megale

Antonieta Megale é doutora em Linguística Aplicada pela Unicamp (2017) e mestre em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem pela PUC-SP (2012). Também é pedagoga e bacharel em Comunicação Social. Desde 2011, é coordenadora e professora no curso de pós-graduação do Instituto Singularidades , "Educação Bilíngue: desafios e possibilidades." Sua atuação inclui segmentos como educação bilíngue, ensino aprendizagem de língua estrangeira, identidades, multiculturalismo, multiletramentos e metodologias de pesquisa científica. Além disso, sua experiência engloba acessoria de escolas bilíngues e regulares, também atua na elaboração e revisão de materiais didáticos de língua inglesa para educação infantil, fundamental I e II e ensino médio.

Dra. Dra. Renata Condi

Renata Condi é doutora e mestre em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem, pela PUC-SP. Possui graduação em Letras - Licenciatura em Inglês e em Letras - Bacharelado em Tradução (PUC-SP), além de uma graduação em Pedagogia (UFSCar). Desde 1993, atua como professora, coordenadora e assessora em diferentes segmentos educacionais na área de línguas estrangeiras.

Profa. Esp. Ingrid Puche

Pós-graduada em Educação Bilíngue pelo Instituto Singularidades e bacharel e licenciada em Letras - Inglês e Português - pela Universidade de São Paulo (USP). Certificada em Design, Assessment and Management of Project-based Learning pelo Buck Institute for Education. Há 10 anos atua na área da educação bilíngue, no Brasil e em outros países, como professora, pesquisadora e formadora de professores. Suas principais áreas de pesquisa são educação bilíngue, metodologias ativas e integração curricular.

Profa. Esp. Gladys Lope

Pedagoga, é pós-graduada em Educação Bilíngue: desafios e possibilidades e em Gestão da Educação no novo milênio, ambas pelo Instituto Singularidades. Possui experiência como professora, coordenadora pedagógica, orientadora educacional e assessora em processos pedagógicos em diversas instituições públicas e privadas. Atualmente é coordenadora e responsável pela formação pedagógica dos alunos de graduação e pós-graduação do Projeto de Extensão Universitária Biocientista Mirim (Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo – USP), formadora do School Training Program de uma rede de escolas bilíngues, coordenadora pedagógica do Integral de uma escola particular e professora no curso de pós graduação EAD: Metodologia e práticas para Educação Bi-multilíngue no Instituto Singularidades. Seus interesses de pesquisa são nas áreas de Educação Bilíngue, integração curricular e interdisciplinaridade e formação de coordenadores pedagógicos e professores.

Ms. Maria Teresa Aranda

Maria Teresa de la Torre Aranda é mestre em Teaching English as a Second Language (TESL, ensino de inglês como segunda língua) pela School for International Training, Vermont (EUA). Licenciada em letras (português e inglês) pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Marília, antigo instituto isolado da Universidade de São Paulo (USP), atual Universidade Estadual Paulista, tem ampla experiência no ensino de português e inglês e na coordenação pedagógica. Atualmente é docente do Instituto Singularidades, no curso de pós-graduação Bilinguismo e Educação Bilíngue: desafios e possibilidades. Suas áreas de atuação incluem a formação de professores, especialmente em Educação Bilíngue, o desenvolvimento de currículo e a avaliação formativa..

Investimento

Valor

Até 10x de R$: 399,00 no cartão

OU

Até 6x de R$: 655,00 no boleto

Sem taxa de matrícula

Condições especiais, solicite contato com um de nossos consultores e garanta seu desconto

Conheça mais sobre nós: O Instituto Singularidades

Fomos fundados em 2001 para suprir as necessidades de formação de professores, gestores de educação e de especialistas na área de educação. Em 2010, fomos incorporados ao Instituto Península para ampliar e impactar as ações no âmbito da educação nacional. Desde então, oferecemos cursos de Graduação/Licenciatura, cursos de Pós-graduação Lato Sensu, Extensão Universitária e Cursos Online. Somos reconhecidos como referência nacional para a formação inicial e continuada de professores e especialistas em educação.

FAQ

Os novos pré-requisitos para ser um professor bilíngue são:
  • Ter graduação em Pedagogia ou Letras;
  • Ter comprovação de proficiência de no mínimo 82 pontos no Common European Framework for Languages (CEFR);
  • Ter formação complementar em Ensino Bilíngue: Como este curso de 120 horas!

Para obter mais informações sobre o curso, o interessado poderá preencher o formulário que se encontra no topo da página ou entrar em contato através do número (11) 95550-8108 (Whatsapp).

O pagamento do curso pode ser realizado no cartão de crédito em até 10x, ou por boleto em até 6x.

Todas as atividades e avaliações da especialização do curso "Fundamentos e Práticas para Educação Bilíngue" são realizadas diretamente na plataforma do curso.

As mesmas estão distribuídas como fóruns, tarefas ou objetos de aprendizagem, que podem incluir realizações de testes, exploração de imagens, podcasts, documentos de texto, vídeos ou quizzes. Essas atividades têm o objetivo de auxiliarem na prática do professor-pesquisador, mas principalmente facilitar a troca de conhecimentos entre os alunos. Elas são consideradas como optativas, ou seja, o aluno está livre para decidir participar ou não.

Ao fim de cada disciplina, o aluno deverá fazer uma atividade avaliativa obrigatória. Sua realização acontece de diversas formas, quase sempre, voltadas a pesquisa de campo, como entrevistas, proposta de aula sobre o conteúdo abordado, pequeno artigo sobre considerações a respeito da disciplina, textos sobre experiência do aluno no ambiente bilíngue, entre outros.

É necessário que o aluno encaminhe para os consultores os seguintes documentos obrigatoriamente digitalizados antes do início das aulas:
  • RG (não pode ser CNH);
  • CPF;
  • Foto 3x4 ou digital;
  • Comprovante de residência;
  • Certidão (Nascimento/Casamento/ Averbação);
  • Histórico do curso de graduação;
  • Diploma graduação (Frente e Verso);

Nossos alunos e ex-alunos de graduação ou pós-graduação possuem desconto de 10% no valor do curso. Funcionários públicos e associados ao SINPRO possuem desconto de 14% no valor do curso.

Para solicitar o desconto, o interessado deverá comunicar no momento do atendimento ao consultor, além de ter que enviar documentação comprobatória do serviço público ou da associação ao SINPRO.