Metodologias e Práticas para Educação Bilíngue

A nossa pós-graduação "Metodologias e Práticas para Educação Bilíngue" espera ampliar a atuação dos professores para tomarem decisões mais eficientes. Pretende-se contribuir para a constituição de espaços de aprendizagem que valorizem a condição bi/multilíngue da comunidade.

Estamos de acordo com as novas Diretrizes Curriculares Nacionais para a oferta de educação plurilíngue.

Ead

Cadastre-se e fale com um de nossos consultores!

Duracao

Tempo de duração

18 meses

Duracao

Data de início

25 de Janeiro de 2021

Duracao

Carga horária

360 horas/aula

Duracao

Infraestrutura

Toda a nossa infraestrutura está disponível.

O Brasil é um país constituído por uma grande diversidade cultural e linguística. Dessa maneira, ser um profissional que está apto a atender as mais variadas necessidades dos alunos da educação infantil, ensino fundamental e ensino médio é essencial.

O objetivo principal da nossa pós-graduação é promover o debate sobre as metodologias e práticas para a educação bi/multilíngue aplicadas à educação infantil, ensino fundamental e ensino médio.

Este curso é voltado para:

  • Educadores interessados em educação bi/multilíngue;
  • Professores atuantes em cenários em que duas ou mais línguas ou matrizes diversas coexistem;
  • Coordenadores atuantes em cenários bi/multilíngue;
  • Assessores, consultores atuantes no mercado editorial que produzem materiais didáticos/sistemas para escolas bilíngues.

  1. Educação bilíngue e bilinguismo;
  2. Cultura e educação bi/multilíngue;
  3. Translanguaging pedagogy;
  4. O trabalho com literatura em contexto multilíngue;
  5. Arranjos interacionais em contextos bilíngues;
  6. Planejamento integrado de conteúdo e língua;
  1. PBL: Project Based Learning;
  2. Pesquisa aplicada em educação bilíngue;
  3. Avaliação em educação bilíngue;
  4. O trabalho com a escrita e com a leitura em mais de uma língua e a pedagogia dos multiletramentos;
  5. O ensino do português;
  6. Neurociência e práticas pedagógicas para educação bilíngue.

Mais informações

fale com nossos consultores

Saiba o que é educação bilíngue e/ou multilíngue

O conceito de bilinguismo e educação bilíngue são complexos e difíceis de conceituar, por isso os autores sobre o assunto divergem em muitos pontos. Alguns dos principais nomes que se propuseram a discutir o tema são: Bloomfield (1935), Macnamara (1967), Titone (1972), Harmers e Blanc (2000) e Mackey (2001). Com isso em mente, queremos que você passe a compreender a importância do debate sobre as metodologias e práticas existentes para o ensino bi/multilíngue.

Definições

Selecionamos algumas das principais definições sobre o ensino bilíngue e o que os autores consideram fatores essenciais na hora do processo de conceituação de bilinguismo:

Para Harmers e Blanc (2000) não se pode ignorar o fato de que o bilinguismo é um fenômeno multidimensional e deve ser investigado como tal. Isso significa que algumas dimensões devem ser analisadas, são elas: competência relativa, organização cognitiva, idade de aquisição, presença ou não de indivíduos falantes de uma segunda língua no ambiente em questão, identidade cultural e status das duas línguas envolvidas.

Já na visão de Macnamara (1967), um indivíduo é considerado bilíngue quando possuir competências mínimas nas quatro habilidades linguísticas (falar, ler, ouvir e escrever). Essa percepção é contrária ao pensamento de Bloomfield (1935) que, assim como o dicionário Oxford, considera apenas que seja capaz de falar as duas línguas perfeitamente um bilíngue perfeito.

Educação bilíngue

Quando paramos para pensar sobre educação bilíngue, precisamos pressupor que existem conceitos distintos em países diferentes, além de levar em consideração questões étnicas, dos educadores e fatores sócio-políticos.

Megale (2005) caracteriza de forma bem generalista uma divisão na educação bilíngue. Segundo ela, existem dois grandes domínios: educação bilíngue para crianças do grupo dominante e educação bilíngue para crianças de grupos minoritários.

No primeiro caso, a autora refere-se a educação bilíngue como sendo algo que tem um caráter elitista, em que se visa o aprendizado de um novo idioma, o conhecimento de outras culturas e a habilitação para completar estudos no exterior. Quando se discute sobre a educação para grupos minoritários, dispõe-se sobre aquelas crianças que vem frequentemente de comunidades socialmente desprovidas.

Megale (2005) ainda se apoia em Harmers e Blanc (2000) para dizer que a educação bilíngue é determinada por fatores históricos, sociais, ideológicos, psicológicos e relações de poder.

Apesar de existirem diversos conceitos sobre bilinguismo e educação bilíngue, os debates sobre o tema são cada vez mais frequentes. Por isso, um profissional interessado no assunto precisa estar atento a essas discussões e estar capacitado nas metodologias e práticas.

Professores

Profª.Drª. Antonieta Megale

Antonieta Megale é doutora em Linguística Aplicada pela Unicamp (2017) e mestre em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem pela PUC-SP (2012). Também é pedagoga e bacharel em Comunicação Social. Desde 2011, é coordenadora e professora no curso de pós-graduação do Instituto Singularidades , "Educação Bilíngue: desafios e possibilidades." Sua atuação inclui segmentos como educação bilíngue, ensino aprendizagem de língua estrangeira, identidades, multiculturalismo, multiletramentos e metodologias de pesquisa científica. Além disso, sua experiência engloba acessoria de escolas bilíngues e regulares, também atua na elaboração e revisão de materiais didáticos de língua inglesa para educação infantil, fundamental I e II e ensino médio.

Dra. Paola Salimen

Paola Salimen é graduada em Letras Licenciatura pela UFRGS (2006), possui mestrado em Letras pela UFRGS (2009) e doutorado em Programa de Pós-Graduação em Letras pela UFRGS (2016). Sua atuação concentra-se nos seguintes temas: interação, análise da conversa, aprendizagem, sala de aula de língua estrangeira e pedidos de ajuda.

Profa. Ma. Vivian Marcondes

É doutoranda Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem (PUC-SP); Mestre em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem (PUC-SP); pós-graduada em Fundamentos do Ensino da Matemática (Mathema); pós-graduada em Psicopedagogia (Universidade Metodista); graduada em Pedagogia. Atuante há 22 anos como professora, em escolas da rede particular e pública de São Paulo. Formadora de professores em cursos de extens

Dra. Renata Condi

Renata Condi é doutora e mestre em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem, pela PUC-SP. Possui graduação em Letras - Licenciatura em Inglês e em Letras - Bacharelado em Tradução (PUC-SP), além de uma graduação em Pedagogia (UFSCar). Desde 1993, atua como professora, coordenadora e assessora em diferentes segmentos educacionais na área de línguas estrangeiras.

Adriessa Santos

Mestre em Ciências pela Universidade de São Paulo, com especializações em Neuroeducação e Educação Sistêmica. É Bióloga pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atua como neuroeducadora, coordenadora pedagógica na rede de ensino regular privada e docente de cursos técnicos e de pós-graduação. Atualmente é a coordenadora do curso de Pós-graduação em Neurociência na escola do Instituto Singularidades.

Ms. Felicia Jennings

Felicia Jennings-Winterle é formada em Educação Artística - Música pela Faculdade Santa Marcelina, é especialista em Educação Psicomotora (ISPE-GAE) e em musicalização infantil (UNISA). Mestre em Educação Musical com ênfase em Cognição pela New York University. Atuou na primeira pré-escola brasileira nos EUA, nos anos de 2009 a 2014, com o desenvolvimento de material didático e filosofia específicos ao ensino do PLH.

Ms. Camila Dias

Camila Dias é formada em Letras (USP) e possui mestrado em Linguística Aplicada pela PUC. Tem experiência como professora e coordenadora há mais de 15 anos, atualmente atua como professora de Inglês como língua adicional no Colégio Santa Cruz e também no Instituto Singularidades como docente da pós-graduação em Educação Bilíngue.

Dra. Fernanda Liberali

Fernanda Liberali possui doutorado em Lingüística Aplicada e Estudos da Linguagem pela PUC-SP (1999). É professora-pesquisadora FORMEP pela PUC-SP

Profa. Esp. Ingrid Puche

Pós-graduada em Educação Bilíngue pelo Instituto Singularidades e bacharel e licenciada em Letras - Inglês e Português - pela Universidade de São Paulo (USP). Certificada em Design, Assessment and Management of Project-based Learning pelo Buck Institute for Education. Há 10 anos atua na área da educação bilíngue, no Brasil e em outros países, como professora, pesquisadora e formadora de professores. Suas principais áreas de pesquisa são educação bilíngue, metodologias ativas e integração curricular.

Profa. Esp. Gladys Lope

Pedagoga, é pós-graduada em Educação Bilíngue: desafios e possibilidades e em Gestão da Educação no novo milênio, ambas pelo Instituto Singularidades. Possui experiência como professora, coordenadora pedagógica, orientadora educacional e assessora em processos pedagógicos em diversas instituições públicas e privadas. Atualmente é coordenadora e responsável pela formação pedagógica dos alunos de graduação e pós-graduação do Projeto de Extensão Universitária Biocientista Mirim (Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo – USP), formadora do School Training Program de uma rede de escolas bilíngues, coordenadora pedagógica do Integral de uma escola particular e professora no curso de pós graduação EAD: Metodologia e práticas para Educação Bi-multilíngue no Instituto Singularidades. Seus interesses de pesquisa são nas áreas de Educação Bilíngue, integração curricular e interdisciplinaridade e formação de coordenadores pedagógicos e professores.

Investimento

Valor

Até 18x de R$: 599,00

Sem taxa de matrícula

Condições especiais, solicite um dos nosso consultores e garanta seu desconto

Conheça mais sobre nós: O Instituto Singularidades

Fomos fundados em 2001 para suprir as necessidades de formação de professores, gestores de educação e de especialistas na área de educação. Em 2010, fomos incorporados ao Instituto Península para ampliar e impactar as ações no âmbito da educação nacional. Desde então, oferecemos cursos de Graduação/Licenciatura, cursos de Pós-graduação Lato Sensu, Extensão Universitária e Cursos Online. Somos reconhecidos como referência nacional para a formação inicial e continuada de professores e especialistas em educação.

Mais informações

fale com nossos consultores

FAQ

Somos uma instituição reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação) e, portanto, estamos aptos a ofertar cursos de graduação e pós-graduação.

Os pré-requisitos para ingresso são:

  • É necessário ter conhecimento de Inglês para leitura de textos acadêmicos;
  • Ter no mínimo 10 horas semanais para participação no curso;
  • Possuir equipamentos com acesso à internet;
  • Já possuir uma graduação completa.

Para obter mais informações sobre o curso, o interessado poderá preencher o formulário que se encontra no topo da página ou entrar em contato através do número (11) 95550-8108 (Whatsapp) ou (11) 3375-0044 Ramal 273.

O pagamento da primeira parcela pode ser feito por boleto ou cartão de crédito. As demais parcelas são feitas por boletos que ficam disponíveis no portal do aluno.

Todas as atividades e avaliações da pós-graduação em educação bilíngue são realizadas diretamente na plataforma do curso.

As mesmas estão distribuídas como fóruns, tarefas ou objetos de aprendizagem, que podem incluir realizações de testes, exploração de imagens, podcasts, documentos de texto, vídeos ou quizzes. Essas atividades têm o objetivo de auxiliarem na prática do professor-pesquisador, mas principalmente facilitar a troca de conhecimentos entre os alunos. Elas são consideradas como optativas, ou seja, o aluno está livre para decidir participar ou não.

Ao fim de cada disciplina, o aluno deverá fazer uma atividade avaliativa obrigatória. Sua realização acontece de diversas formas, quase sempre, voltadas a pesquisa de campo, como entrevistas, proposta de aula sobre o conteúdo abordado, pequeno artigo sobre considerações a respeito da disciplina, textos sobre experiência do aluno no ambiente bilíngue, entre outros.

É necessário que o aluno encaminhe para os consultores os seguintes documentos obrigatoriamente digitalizados antes do início das aulas:

  • RG (não pode ser CNH);
  • CPF;
  • Foto 3x4 ou digital;
  • Comprovante de residência;
  • Certidão (Nascimento/Casamento/ Averbação);
  • Histórico do curso de graduação;
  • Diploma graduação (Frente e Verso).

Nossos alunos e ex-alunos de graduação ou pós-graduação possuem desconto de 10% no valor do curso. Funcionários públicos e associados ao SINPRO possuem desconto de 14% no valor do curso.

Para solicitar o desconto, o interessado deverá comunicar os consultores durante o atendimento, além de ter que enviar documentação comprobatória do serviço público ou da associação ao SINPRO.

Possibilitamos que o aluno realize a pós-graduação em educação bilíngue EAD em até 36 meses, desse modo ele poderá adequar a grade as suas necessidades. Após o período citado, não será possível que o estudante retorne ao curso.

O MEC não exige um trabalho de conclusão de curso (TCC) para cursos de especialização. No entanto, a elaboração de um trabalho final ajuda na consolidação de todo o conhecimento adquirido ao longo do curso, por isso para aprovação na pós-graduação é necessário concluir o trabalho final. Esse trabalho não precisa ser apresentado presencialmente e será desenvolvido pelo aluno ao longo do curso com o suporte dos professores e tutores.